Migrando fileserver com ToolKit FSMT

Padrão

Apresentando o FSMT (File Server Migration Toolkit), uma poderosa ferramenta que vai auxiliar na tarefa de migração dos arquivos.

Para quem tem que migrar arquivos sem perder os compartilhamentos e permissões de acesso essa é uma ferramenta que vai ajudar e muito no processo.

Instalação:

Depois de instalar a ferramenta no servidor destino, siga os próximos passos.

Faça logon no servidor com o usuário administrador e inicie o Wizard da ferramenta. (Iniciar/Microsoft File Server Migration TollKit/File Server Migration Wizard)


Inicie um novo projeto

Selecione o nome e local onde será salvo as configurações do projeto (Padrão C:\FileServerMigration) e clique em next

Se você tem pastas DFS na rede, será necessário especificar o servidor root DFS, caso não utilize, desmarque a caixa e clique em next

Informe o local para onde os arquivos serão copiados e clique em Next

Clique em Finish para abrir o projeto

Adicione o servidor de onde você vai migrar os arquivos e clique em “add server”

Clique no servidor para visualizar as pastas compartilhadas que planeja migrar e selecione as opções

1 – Parar o compartilhamento no servidor de origem
2 – Copiar as configurações de segurança
3 – Resolver chaves de segurança inválidas


Depois de selecionar todas as configurações para os servidores selecionados clique em Continue, A ferramenta vai validar as configurações, gerar um relatório e habilitar o serviço para cópia, note no menu a etapa “Ready do copy”. Clique em continue.


Na tela para confirmar clique em Yes para finalizar o processo, nessa etapa arquivos alterados serão copiador por cima do antigo, os compartilhamentos e permissões NTFS serão aplicadas e auditadas, usuários serão desconectados do servidor de origem, arquivos serão desbloqueados durante a migração final
Finalizado, clique no botão View Report para ver detalhes do processo de migração.

* Necessário .NET Framework 2.0 ou superior.

Download em http://www.microsoft.com/download/en/details.aspx?DisplayLang=en&id=10268

Versão para x86 e x64

Anúncios

Windows Server 2008 R2: Configurando DFS

Padrão

Muitas empresas estão preocupadas com tudo aquilo que é importante para exercer seu trabalho, e que em caso de falha os servidores possam voltar a operar de forma rápida. Como sabemos a maioria dos arquivos importantes das empresas são guardados no servidor, desta forma é possível manter um Backup de rotina, o que facilita em caso de desastre, recuperar estes arquivos importantes.

Vamos pensar no seguinte cenário: Imagine que você não possui redundância em sua rede, porém você possui três servidores com Windows Server 2008 R2, porém dois servidores executam as tarefas principais em redundância (AD DS, DNS e DHCP), mas cada um deles também possui tarefas diferentes, imagine que em um destes servidores, eram mantidos todos os seus arquivos, e por algum problema o seu servidor fica inacessível, como sabemos a maioria dos arquivos são mantidos no servidor, agora lhe pergunto, quanto tempo será necessário para que este servidor esteja de volta na sua rede, funcionando perfeitamente e os arquivos estejam acessíveis?

É pensando nestes tipos de problemas que existe a replicação, vou falar brevemente o que é. Digamos que este servidor que está inacessível era o servidor principal, porém você havia configurado a replicação, ou seja, a partir do momento que um dos servidores que são membros do grupo de replicação tornar-se inacessível, todas as requisições, serão direcionadas para o servidor mais próximo em sua topologia, ou seja, neste caso o Servidor 2 assumiria o papel de servidor de arquivos, o que não tornaria o processo lento, e não traria nenhum transtorno para o usuário.

 

Todos os arquivos são mantidos em ambos servidores, tudo de forma automática, como fazer isto? Acompanhe este tutorial e aprenda a configurar a função de Replicação do DFS utilizando 3 servidores, com Windows Server 2008 R2.

Neste exemplo, vou utilizar 3 servidores, sendo que 2 conterão as pastas a serem replicadas e 1 servidor será o gerenciador do serviço de Replicação DFS, ou seja, será apenas nele que irei gerenciar as replicações da rede, desta forma o gerenciamento torna-se centralizado.

No servidor 1 (SRV___26) eu criei uma pasta em C:\, chamada Replicacao, e dentro dela adicionei alguns arquivos.

Esta mesma pasta será criada no meu segundo servidor (SRV___27), onde nele só irei criar a pasta Replicacao em C:\, porém dentro dela não irei adicionar nenhum arquivo.

Após criar as pastas e aplicar as permissões corretamente, vamos começar a configuração de Replicação DFS no terceiro servidor (SRV___24). Note que neste servidor eu ainda não possuo nenhuma replicação configurada.

Para dar inicio ao procedimento de configuração, ao lado direito clique em “Novo Grupo de Replicação…”.

Na primeira tela, será solicitado que você indique qual o “Tipo de Grupo de Replicação”, neste meu caso vou criar um “Grupo de Replicação Multiuso”, escolha aquele que melhor atenda a suas necessidades e se encaixe melhor em seu cenário.

Na próxima etapa será solicitado “Nome e Domínio”, adicione um nome para o grupo de Replicação e uma descrição para melhor identificar este grupo posteriormente, além de indicar o nome de domínio que esta replicação irá fazer parte.

Na próxima etapa será solicitado quais serão os “Membros do Grupo de Replicação”, neste caso adicionei os 2 servidores que criei a pasta Replicacao em C:\, ficou da seguinte forma:

Agora será solicitado que você faça a “Seleção de Topologia”, neste caso vou selecionar “Malha Completa”. Obs.: Hub e Spoke só estará disponível caso você tenha 3 ou mais servidores fazendo parte desta replicação, ou seja, caso tenha 3 servidores que irão manter as pastas replicadas.

Agora será solicitado que você selecione o “Agendamento e Largura de Banda do Grupo de Replicação”, defina de acordo com a Largura de Banda e horários que melhor se adaptam ao seu cenário.

Na sequencia, serão solicitada as “Pastas a Serem Replicadas”, neste caso você irá direcionar quais pastas do servidor primários serão replicadas, no meu caso a pasta C:\Replicacao.

Agora será solicitado o “Caminho Local de Replicação em Outros Membros”, neste caso o servidor SRV___27 irá receber a replicação.

Em “Revisar Configurações e Criar Grupo de Replicação”, configura se está tudo correto, caso esteja de acordo clique em Criar.

Verifique se tudo ocorreu normalmente e clique em Fechar.

Ponto replicação criada entre dois servidores, com apenas um servidor para gerenciamento da Replicação DFS.

Espero que este manual seja útil.

Abraço e até a próxima.